Saturday, October 23, 2010

CHICLETES

Acho que o inventor do chiclete, ao terminar sua obra prima, nunca imaginou que ele pudesse ser usado tão para o mal como é usado nos dias de hoje. Toda grande invenção, quando cai na mão de pessoas que tem a habilidade inata de fazer coisas que irritam, tende a se tornar algo irritante. O chiclete talvez seja o produto que melhor represente essa afirmação.
Alguém consegue entender o porquê de alguém colocar um chiclete na boca e ficar mascando de boca aberta com uma força não natural? Eu não consigo… O barulho que a pessoa emite fazendo isso é extremamente desagradável. Eu não sei o que pensam, mas fazer isso não é algo sedutor. Fazer isso é nojento e a pessoa que pratica tal ato passa uma imagem asquerosa. O sabor sai em cinco minutos e a pessoa fica lá mordendo o mesmo pedaço de plástico sem gosto por horas e mais horas. Salivando… Nós não somos bovinos para ficar ruminando! Também mata o estresse e previne seu câncer do mesmo jeito se você fizer de boca fechada e não como um filho da puta.
Mas as pessoas fazem questão de serem filhos da puta e, depois de mastigarem um bom tempo de boca aberta, pegam cuidadosamente o chiclete e o colam embaixo das cadeiras. A pessoa que faz isso é o típico cara que, ao notar que você se incomoda com o mascar de boca aberta dele, passa a mascar com mais força e se aproxima de você o máximo possível. Não é legal desejar o mal às pessoas, mas se essas pessoas perdessem todos os dentes por cáries e todas as calças por chicletes colados em baixo da carteira da escola, acho que o panorama mudaria radicalmente.
É por essas e outras que algo que faz coisas maravilhosas, como tirar o bafo quando você bebe demais ou tirar o seu bafo natural mesmo ou deixar um gostinho bom na boca, acaba se tornando um instrumento do mal que só te deixa nervoso e desapontado e transfere momentaneamente o stress de quem está mascando para você, para mais para frente transferir também o câncer de quem está mascando para você; que não masca por causa das cáries.

5 comments:

Walter said...

Lembrei da Violet Beauregarde em "Charlie e a fantástica fábrica de chocolate". Vc é bonzinho demais desejando cáries ou calças rasgadas... Eu costumo desejar uma apendicite ou a morte por engasgamento.

Tô Ligado said...

Ewan, te sigo no twitter ha um tempão e só agora tomei conhecimento do teu blog. Já tô te seguindo...

Abraços
Brunno Luiz
http://toligado1.blogspot.com

George Lopes said...

Sensacional o texto. Os chicletes ainda serão motivos da 3º guerra mundial.

João said...

A gente sabe que uma pessoa não vai vencer na vida, quando ela ao invés de estudar, cola chiclete embaixo da carteira no ensino médio, mesmo tendo 20 anos de idade.

Seguindo aqui, se puder vai lá no meu blog :D

Anonymous said...

Texto otimo ^^

Penso a mesma coisa, mas eu peço pra pessoa parar de mascar. Geralmente a pessoa fica sem graça e pára. =D